Pai Rico, Pai Pobre

2 10 2009

Bom dia !
   no post de hoje falarei sobre o último livro que li, Pai rico, Pai Pobre, uma leitura muito boa para quem deseja sair da “corrida dos ratos”(termo usado pelo Autor do livro, que fala sobre a pessoa estar no sistema, viver atrás de dinheiro e sempre estar com mais dívidas). Este best-seller fala sobre como devemos investir nosso dinheiro, numa visão totalmente diferente da que conhecemos e aprendemos na escola, resumindo, é a história de um menino que teve conselho de duas pessoas - Pai Rico(um homem inovador que perdeu o medo de investir, fazendo assim seu dinheiro trabalhar para ele) e Pai Pobre(um homem totalmente metódico, seguinte das informações do sistema “tenha boas notas, tenha um bom emprego e faça uma boa faculdade para conseguir algo na vida”), etc…

Abaixo uma parte do livro interessante que me fez querer le-lo de manhã até a noite, num dia de folga.

pai rico pai pobrePai Rico, Pai Pobre é o primeiro best-seller de Robert Kiyosaki e Sharon Lechter .
     Ele advoga a busca pela independência financeira através de investimento, imóveis, ter seu próprio negócio e o uso de táticas financeiras de proteção do patrimônio.

Pai Rico, Pai Pobre é escrito em uma linguagem anedotal que entretêm e faz com que o assunto finanças fique interessante. O elemento mais central reiterado por Kiyosaki e Lechter é a defesa da tese de se possuir o sistema ou os meios de produção, ao invés de ser um empregado de alguém.

Como superar obstáculos Mesmo que as pessoas tenham estudado e se alfabetizado do ponto de vista financeiro, elas ainda podem enfrentar obstáculos para se tornar financeiramente independentes. Há cinco razões principais que levam pessoas financeiramente alfabetizadas a não desenvolver uma coluna de ativos significativa, que poderia render grandes montantes de fluxo de caixa. Colunas de ativos que as poderiam libertar para viver a vida sonhada em lugar de trabalhar em tempo integral apenas para pagar as contas. Essas cinco razões são: 1. Medo. 2. Ceticismo. 3. Preguiça. 4. Maus hábitos. 5. Arrogância. Razão n “l. Superar o medo de perder dinheiro. Nunca encontrei alguém” que gostasse realmente de perder dinheiro. E em toda minha vida nunca encontrei uma pessoa rica que nunca tivesse perdido dinheiro. Mas encontrei uma porção de gente pobre que nunca perdeu um tostão investindo. O medo de perder dinheiro é real. Todo o mundo tem. Mesmo os ricos. Mas o problema não está no medo, está na maneira de lidar com as perdas. E a maneira de lidar com o fracasso que faz a diferença na vida da gente. Isso serve para qualquer coisa, não apenas para o dinheiro. A principal diferença entre uma pessoa rica e outra pobre está em como elas lidam com esse medo. Não há nada errado com ter medo. E aceitável ser um covarde quando se trata de dinheiro. Você ainda pode ser rico. Somos todos heróis em algumas circunstâncias e covardes em outras. Uma amiga de minha esposa é enfermeira de um pronto-socorro. Quando vê sangue, entra em ação. Quando falo em investir, ela sai correndo. Quando eu vejo sangue, não fujo. Desmaio. Meu pai rico entendia as fobias relativas ao dinheiro. “Algumas pessoas têm pavor de cobra. Algumas pessoas têm pavor de perder dinheiro. Ambas são fobias”, dizia. Sua solução para a fobia de perder dinheiro era um pequeno verso: “Se você odeia risco e preocupação… comece cedo”. E por isso que os bancos aconselham iniciar o hábito da poupança Desde a juventude. etc…

  Este livro me ajudou muito, contribuiu para que eu visse que cada real que eu ganho ou gasto, define o quanto terei dinheiro ou não no futuro, e que, hoje já trabalho em busca de mais conhecimento, e não tanto pelo dinheiro(coisa que virá em maior quantidade quando eu tiver obtido mais experiencia e passe meus obstaculos).

espero que gostem de mais este post.

Att: Adriano martins

About these ads

Ações

Informação

Uma resposta

7 10 2009
Junior

Meu pai nasceu pobre, aí ficou rico, depois ficou pobre. Que coisa!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

%d blogueiros gostam disto: